Todas

Estudo reforça risco de transmissão do coronavírus pelo ar em locais mal ventilados

Pesquisadores chineses identificaram contágio por coronavírus potencializado pelo ar-condicionado em estabelecimento onde 10 clientes foram infectados.

Em estudo para maiores respostas sobre novo coronavírus, cientistas chineses concluíram que o contágio pelo coronavírus pode acontecer através do ar, por meio de partículas suspensas do agente infeccioso, principalmente em locais fechados, com más condições de ventilação e onde há aglomerações.

Publicada na semana passada no portal especializado medRxiv, a prévia de um estudo realizado por pesquisadores de diferentes instituições da China, confirmou que clientes de um restaurante da cidade portuária de Guangzhou foram infectados no fim de janeiro sem necessariamente terem entrado em contato físico uns com os outros ou com superfícies contaminadas.

FONTE: O GLOBO

O contágio se restringiu à área das três mesas ventiladas pelo mesmo aparelho de ar-condicionado. Um outro componente também foi definitivo para que isso tenha ocorrido: a ausência de ventilação natural no restaurante. O ideal seria o uso de ventiladores e manter as portas e janelas abertas para prevenção do coronavírus.

O alerta dos cientistas chineses, portanto, direciona para os riscos de contágio em locais fechados, com má ventilação e aglomeração de pessoas. No estudo, os pesquisadores afirmam que os resultados obtidos “não mostram que a transmissão de aerossóis do coronavírus pode ocorrer em qualquer espaço fechado, mas que essa transmissão pode sim ocorrer em locais fechados e mal ventilados”.

A descoberta reforça a recomendação indispensável de se manter portas e janelas abertas, e ventiladores ligados para uma maior circulação do ar e prevenir o coronavírus. Conheça também outras formas de prevenção aqui.

FONTE: O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

− 4 = 3