ARQUITETURA,  Todas

Arquitetura do mural de Universidade no México impressiona por não ser pintado, mas feito de pedras!

Um prédio no principal campus da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM) tem feito sucesso no Twitter devido a sua estética curiosa. A Biblioteca Central da UNAM, na Ciudad Universitaria, possui características clássicas da arquitetura moderna integradas com elementos escultóricos e pictóricos, que denotam a missão da universidade de transportar e preservar o conhecimento, a história e a identidade cultural mexicana.

O projeto – inaugurado em 1956 – é assinado por Juan O’Gorman, que incorporou muitos elementos do movimento funcionalista ao projeto, garantindo uma atenção meticulosa às atividades que aconteceriam dentro do edifício. Isso resultou em um piso plano aberto, marca estrutural de Le Corbusier, um dos grandes nomes da arquitetura modernista mundial.

Construído no terreno rochoso do Pedregal de San Ángel, o piso térreo é uma base cercada por encostas criadas pela topografia. As áreas abertas ao público abrigam as salas de aula e os livros de referência. A proteção solar do espaço é feita por vitrais, que bloqueiam a entrada de luz solar direta.

A torre, que abriga os arquivos não disponíveis ao público geral, é totalmente fechada para preservar os documentos. Isso deu ao arquiteto quatro telas para criar um mural com pedras coloridas, que combinariam o propósito da universidade e a identidade mexicana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

64 + = 67